A válvula solenóide – Controlando fluxos de líquido e gás

A válvula solenóide é um componente muito importante quando estamos falando de automação industrial.

Ela é responsável por garantir muito mais controle e segurança no que diz respeito ao fluxo de gás, líquido e óleo, que empregam o processo de automação.

Trata-se de uma válvula eletromecânica controlada. Ela é chamada de solenóide em função do seu principal componente ser uma bobina elétrica com um núcleo ferromagnético móvel no centro, cujo núcleo é chamado de êmbolo.

Para se ter uma ideia, a válvula solenóide figura entre os componentes mais utilizados em circuitos de líquido e gás, ao redor de todo o mundo.

E isso deve-se muito pelo fato de que a sua aplicação ocorre em grandíssima escala. Podendo ser aproveitada nos mais diversos setores industriais.

Acompanhe-me nesta leitura e conheça alguns bons exemplos da aplicação da válvula solenóide em produtos e processos industriais. Além disso, confira um pouco mais sobre o seu funcionamento e importância. 

Aplicação da Válvula Solenóide

A válvula solenóide possui o papel de dosar, fechar, misturar ou distribuir os fluxos de gases e líquidos.

Essas funções são responsáveis por garantir uma amplitude enorme de aplicabilidade, nas mais diversas áreas . Sendo a válvula solenóide utilizada em:

  • Máquinas de lavar roupa;
  • Tecnologia de ar comprimido;
  • Piscinas;
  • Lavagem de automóveis;
  • Equipamentos odontológicos;
  • Sistemas de aspersão;
  • Irrigação;
  • Sistemas de automação e muito mais.

Aspectos que justificam a grande importância que esse componente possui para a indústria e, também, para o consumidor final.

Como a Válvula Solenóide funciona

Antes de explicarmos como a válvula solenóide funciona, é importante que haja o entendimento do que representa uma válvula.

A principal função de uma válvula é controlar o fluxo de fluidos de um determinado processo.

Para isso, ela abre, fecha  e direciona esses fluidos.

Sendo que, esse componente está amplamente presente no nosso dia a dia. E não faltam exemplos práticos dessa aplicação.

O mecanismo que liga e desliga um chuveiro é um exemplo muito claro disso. Afinal, a partir de sua torneira, podemos abrir, fechar e controlar o fluxo de água que sairá do aparelho.

Agora, retomando às válvulas solenóides. Elas servem para liberar, bloquear e controlar o fluxo de fluidos que podem ser: água, ar comprimido, gás, óleo e outros.

Porém, diferente de uma válvula de chuveiro, na válvula solenóide o seu acionamento é elétrico e totalmente automático.

E entender da sua funcionalidade não é uma tarefa difícil. 

Antes de mais nada, é preciso saber que ela possui uma bobina que contém um fio enrolado, por intermédio de um cilindro. 

Tudo começa quando uma corrente elétrica passa por esse fio. É então que a válvula solenóide gera uma força que atinge o centro da bobina. Essa força faz com que o êmbolo seja acionado, puxando-o contra a ação de uma mola. 

Isso quando energizado. No caso contrário, o pistão retorna a sua posição de origem através da ação da mola.

Esse processo gera um sistema de abertura e fechamento.

Quando estiver aberta, a válvula permitirá o fluxo de fluídos até o momento em que a válvula receba o sinal elétrico para fechar.

Em contrapartida, quando estiver fechada não ocorrerá o fluxo de fluídos. Permitindo essa passagem apenas quando estiver energizada.

Tipos de válvulas solenoides

Existem diferentes tipos de válvulas solenóides que podem ser classificadas a partir do seu modo de agir. Sendo que essa ação pode ser direta ou indireta.

As válvulas de ação direta são utilizadas em componentes que possuem uma baixa capacidade e pequenos orifícios.

Já as válvulas de ação indireta são controladas e usadas em grandes sistemas.

Quando o assunto são os modelos, podemos encontrar diversos deles. Cada um utilizado para um fim específico. Dentre esses modelos podemos citar:

  • Válvulas de duas vias: Usadas para controle de fluído e automação pneumática;
  • Válvulas de quatro e cinco vias: Servem para operação de cilindros e atuadores de dupla ação.

E, para finalizar o assunto, temos ainda o material pelo qual a válvula é constituída. Podendo ser:

  • Latão;
  • Aço Inoxidável;
  • Alumínio;
  • Bronze;
  • e Polímeros.
valvula-industria
A principal função de uma válvula é controlar o fluxo de fluidos de um determinado processo.

Nepin e suas Soluções para Controle de fluxos de líquido e gás

A Nepin oferece uma série de soluções de alta qualidade para o controle de fluxos líquidos e gasosos no setor de automação industrial.

Para isso, ela conta com um grande portfólio de produtos capazes de entregar muita confiabilidade e segurança.

Exemplos de válvulas de altíssima qualidade são as pertencentes à marca Danfoss e que são distribuídas pela Nepin. 

Além disso, é possível encontrar também válvulas solenóides referentes à marca Jefferson do Brasil.

Acesse o nosso catálogo e confira algumas dessas soluções.

E caso você tenha ficado com alguma dúvida, é só escrever o seu comentário logo abaixo deste texto. 

E não deixe de conferir também os nossos outros conteúdos exclusivos!

Deixe um comentário