Entendendo a importante função de uma válvula de segurança

Como o próprio nome já sugere, uma válvula de segurança cumpre o papel de promover segurança, evitando que ocorra grandes elevações de pressão.

Nesse sentido, pressões muito elevadas podem resultar em danos aos equipamentos e, até mesmo, explosões. 

Sendo, portanto, um item de suma importância para o funcionamento de diversos tipos de equipamentos industriais.

Garantindo proteção ao meio ambiente, aos equipamentos e, sobretudo, a vida humana.

Devido a essas circunstâncias, é fundamental que esse componente esteja em plenas condições de funcionamento.

Afinal de contas, esse pode vir a se tornar o último recurso em casos de sobrepressão.

Mas, para deixar isso ainda mais claro, resolvemos falar um pouco mais sobre esse componente. 

Deste modo, acompanhe-me nesta leitura e conheça ainda mais sobre o funcionamento e também sobre a importância que as válvulas de segurança possuem no âmbito industrial. 

Uma breve história sobre as válvulas de segurança

Em 1682, Denis Papin, físico e inventor francês, criou a primeira válvula de segurança da história.

É importante nos atentarmos a esse fato pois essa invenção foi a propulsora de um equipamento muito presente no cotidiano de muitas pessoas.

Tratava-se do protótipo do que viria a ser a primeira panela de pressão.

Nesta época, já era sabido sobre os perigos de aquecer um líquido que estivesse dentro de um componente todo fechado. Perigos que poderiam culminar, até mesmo, em explosões.

Porém, o dispositivo desenvolvido por Papin permitia que parte do vapor, gerado por intermédio do aquecimento, fosse liberado. Regulando a pressão para que ela se mantivesse em um nível seguro, permitindo que o equipamento, no caso a panela, continuasse a cozinhar o alimento.

Mas isso não foi o suficiente para contornar os problemas de sobrepressão. E a razão disso é que essa válvula não era capaz de precisar, com exatidão, se havia ou não sobrepressão.

E nesse ponto já não estamos nos referindo apenas a essas panelas. Falamos sobre caldeiras e vasos de pressão que continuaram a sofrer com danos e explosões, após a criação de Papin.

A partir daí foram realizados inúmeros avanços a fim de criar um mecanismo que fosse cada vez mais preciso e seguro para os processos industriais. 

Em relação a esses avanços, alguns nomes merecem destaque. Sendo eles o inglês Charles Ritchie e William Naylor, que promoveram melhorias significativas na estrutura das válvulas de segurança.

E, somente em 1869, foi inventada a primeira válvula de segurança tipo mola, por George Richardison e Edward H. Ashcroft.

O que não impediu que houvesse uma série de novos acidentes. Esses problemas foram o ponto de partida para a criação de normas e exigências de segurança para regular a construção, instalação e operação de caldeiras e vasos de pressão.

Como funciona uma válvula de segurança

Como já dissemos anteriormente, a função de uma válvula de segurança é proteger o equipamento de possíveis danos e explosões, correto?

Seu acionamento é automático e o seu objetivo é muito simples, evitar que o equipamento, onde está instalada a válvula de segurança, atinja um nível de pressão muito elevado, sugerindo potenciais riscos.

E para isso essa válvula irá se abrir, permitindo o escoamento da pressão que está dentro do equipamento. Reduzindo, portanto, os níveis de pressão.

Isso ocorre da seguinte forma:

Em um primeiro momento o bico, que reside dentro da válvula, começa a receber uma pressão mais alta, do lado de entrada da válvula.

À medida que essa pressão se eleva e atinge níveis superiores aos pré definidos, é acionado um disco que se levanta, descarregando o fluido e aliviando a pressão.

Conforme essa pressão é reduzida e alcança níveis mais seguros, fecha-se o disco dessa válvula, obstruindo a passagem.

Baseado nessa premissa, podemos citar três diferentes tipos de válvulas de segurança. São eles:

Válvula de segurança

Dispositivo de alívio de pressão caracterizado pela abertura instantânea.

Válvula de Alívio

É um dispositivo automático de alívio de pressão. Essa válvula é caracterizada por uma abertura progressiva e proporcional  ao aumento de pressão acima da pressão de abertura.

nepin-valvula
As válvulas são projetadas especialmente para evitar vibração devido a baixa velocidade e / ou baixa densidade.

Válvula de Segurança e Alívio

É um dispositivo automático de alívio de pressão que irá funcionar ora como válvula de segurança, ora como válvula de alívio a depender da aplicação desejada.

A importância da válvula de segurança

Existe um grande número de razões que justificam o uso de válvulas de segurança. Tais como:

.Sobreaquecimento externo, causado por incêndios;

.Expansão térmica;

.Fala nos sistemas de refrigeração;

.Reação química entre outras.

Todos esses incidentes podem colocar em risco a segurança do equipamento e, sobretudo, das pessoas que estiverem nas intermediações do local.

O que torna a função, de uma válvula de segurança, extremamente importante. Vista as possíveis consequências que um mau funcionamento, por exemplo, podem gerar.

Por isso tudo que já dissemos, já não devem restar mais dúvidas sobre esse papel.

Fazendo-se necessário a aquisição de válvulas de qualidade, capazes de zelar pelo bom funcionamento dos seus equipamentos e processos.

Confira as soluções da Nepin, com a parceria da Danfoss, em válvulas de segurança. Acesse o nosso portfólio de produtos e saiba mais.

Deixe um comentário